Claudilei Simões de Sousa

Mara de Paula Giacomeli

OLIMPÍADAS RIO 2016 E A SUSTENTABILIDADE

Um momento histórico para o país que precisa ser registrado nessa edição é a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016. A festa que declarou aberta oficialmente a primeira Olimpíada da América do Sul, foi vista por cerca de 3 bilhões de pessoas ao redor do mundo e teve sete anos de preparação. Os temas abordados para desenvolvimento do evento como meio ambiente, inclusão social e o processo de construção social do povo brasileiro, fotografando a diversidade cultural do país foram elogiadas pela imprensa internacional e repercutiram positivamente para nós, apesar do desequilíbrio político e econômico, o qual enfrentamos.

A primeira parte da cerimônia mostrou o derretimento das calotas polares, a elevação do nível do mar e as conseqüências do uso irresponsável de combustíveis, fechando com poema de autoria de Carlos Drummond de Andrade, denominado “A flor e a náusea”. Foram mais de 12 mil atletas, que antes de entrarem para o desfile no estádio do Maracanã, plantaram mudas de árvores que serão semeadas no Parque Radical, no Complexo de Deodoro, no norte de Rio e que iniciará uma espécie de floresta das Olimpíadas para o futuro. Isso já colaborou para neutralizar o efeito dos gases estufa causado pelo número de pessoas que participaram da festa. Mais um ponto a favor: uma festa que mostra ao mundo como mitigar o aquecimento global.

Para terminar a festa, a chama da Pira Olímpica, que foi o menor fogo na história das Olimpíadas, justamente para alertar contra o excesso dos gases poluentes no mundo, porém que tornou-se grandioso pelo efeito da escultura do artista americano Anthony Howe, que é um móbile que se movimenta pelo vento (eólico) e reflete o fogo da pira olímpica , dando a sensação de um grande Sol. Marcou também por ser a primeira Olimpíada que teve uma réplica acesa em outro lugar que não o do local da abertura e que foi na Candelária, no centro do Rio, denominada a “pira do povo”.

Um legado ambiental não atingido foi o de despoluir a Lagoa Rodrigo de Freitas, da região da Barra da Tijuca, Jacarepaguá e o de tratar o esgoto que deságua na Baía de Guanabara que era apenas de 11{0745c43c0e3353fa97069a60769ee4ddd8009579514cad9a011db48d81360048} tratado. A meta era atingir 80{0745c43c0e3353fa97069a60769ee4ddd8009579514cad9a011db48d81360048} de tratamento, mas só atingiram 51{0745c43c0e3353fa97069a60769ee4ddd8009579514cad9a011db48d81360048} .

Lições que aprendemos é que trabalho em equipe, transversalidade no planejamento de execução, criatividade e fazer muito com pouco, podem surpreender. Pense nessas ações em sua empresa e colha bons resultados. A mensagem passada sobre a sustentabilidade na abertura dos Jogos Olímpicos para o mundo já foi uma vitória para o Brasil.

 

.

 

Por:

Compartilhe:

EXPEDIENTE

CNPJ: 65.399.586/0001-54
Reg. N. 13-Liv. B2 -28/01/98
R.C.P.J – Cotia/SP
Art. 8 Lei 5.250 (Lei de Imprensa)
INPI – Art.158 PLI-RPI N. 1390-97

Comercial:
Claudilei Simões de Sousa
sousa@oserigrafico.com


Editorial:
Mara de Paula Giacomeli
mara@oserigrafico.com


Administrativo:
administrativo@oserigrafico.com


Diagramação:
Aristides Neto
arte@oserigrafico.com

Anuncie aqui: